O que é o Directv Now e o futuro da TV por assinatura

10
4465

A própria DIRECTV já vende mais novo serviço, o Directv Now, como sendo o futuro da TV e sua maior revolução em anos.

E não é por menos. Ele simplesmente é o primeiro aplicativo no ocidente que oferece TV por assinatura ao vivo online via streaming, com um sistema de pacotes praticamente igual ao que temos em casa atualmente.

E não vamos confundir o serviço com o Premiere Play e demais aplicativos que já existem no Brasil e que possibilitam assistir TV online ao vivo. Todos eles (com exceção do EI Plus), exigem uma assinatura de TV comum, do pacote específico (seja Premiere, Telecine ou qualquer outro), para então possibilitar que o assinante baixe o app e assista ao vivo em qualquer lugar.

O que temos aqui é uma operadora comum, paga mensalmente, que dispensa TV, receptor, antenas e outros aparelhos – simples assim.

TV Globo já transmite seu sinal 24 horas ao vivo grátis pelo celular

O DirecTV Now é a nova TV por assinatura

Apesar do nome igual ao nosso Net Now, o serviço da Directv é simplesmente um novo modo de assinar e ver TV. Ele substitui o receptor, o controle remoto, a antena ou seja lá qual for o sistema, tudo isso pelo celular, tablet, notebook ou Kindle Fire.

O serviço pode ser assinado por qualquer um, sem exigir uma assinatura doméstica comum. Lembramos ainda que é possível assistir a imagem em qualquer TV compatível com o modelo do smartphone ou tablet do assinante, através do espelhamento de imagem.

No vídeo abaixo fica mais fácil de entender o funcionamento do Directv Now:

Além de falar em futuro e revolução , a empresa demonstra que não há contrato de fidelidade, não há necessidade de contato humano ou contratos e que o pagamento é feito via cartão de crédito ou Pay Pal.

No vídeo vemos que o Directv Now é vendido em 4 pacotes diferentes, o Live a Little (algo como “um pouco ao vivo”) que oferece 60 canais por 35 dólares por mês; o “Just Right” que traz 80 canais por 50 dólares mês; o “Go Big” e seus 100 canais por 60 dólares mês e o “Gotta have It”, que custa 70 dólares por seus mais de 120 canais ao vivo.

Promocionalmente os assinantes estão pagando 35 dólares pelo pacote “Go Big”, mesmo preço do pacote mais barato.

Há também a opção de assinar tanto o pacote premium adicional HBO quanto Cinemax por 5 dólares mensais cada.

Você sabe quanto custa a TV por assinatura nos EUA? Clique aqui e descubra!

Fim da TV por assinatura comum? Com certeza!

Apesar de precisar de uma boa conexão de internet para funcionar adequadamente, o Directv Now nos mostra o primeiro passo em direção ao fim da TV como conhecemos.

Após tal iniciativa, caso sua política de pacotes de preços e pacotes seja aderente, essa deverá ser a tendência no mundo todo.

E a primeira indústria que irá sofrer no processo é a dos receptores e demais equipamentos de TV por assinatura atuais. Já as programadoras e canais menores ganham um folego extra, migrando suas plataformas para um mundo online, onde não há necessidade de satélites ou centrais de canais com espaço limitado.

Quando chega ao Brasil?

Acreditamos que o maior ponto que terá que superado no Brasil é o lobbie da TV por assinatura como conhecemos. No entanto, nos parece que é possível que as grandes operadoras, em especial a NET e a SKY não vejam problema em oferecer opções parecidas em paralelo aos pacotes tradicionais.

Sabemos que muitos assinantes não irão abrir mão do tradicional receptor e seu controle remoto, já a atual geração de novos assinantes, que já fazem praticamente tudo pelo celular, serão um potencial cliente desses pacotes.

Não perca: on demand no Brasil já vale a pena?

 

COMPARTILHE
  • Davi Sperandio

    Excelente proposta! Ela abre muitas possibilidades e representa uma economia nos custos de transmissão. A Internet não é só o futuro da tv, ela é o futuro de todas as coisas. Quem não entende isso fica para trás.

    • Ruuan Pedroo Djmagojp

      boa

  • Ruuan Pedroo Djmagojp

    isso vai melhorar muito as coisas aqui no brasil afinal não temos muitos canais agradavél e as operadoras só fazem roubar , mais acho que a internet aqui vai ficar ainda mais cara do jeito que esse país é um retrocesso. :/

  • Ruuan Pedroo Djmagojp

    eu também gostaria de saber porque vocês posta tão pouca coisa nós passa o dia ancioso por boas novidades , e só tem 1 post :/

    • Redação

      haha poxa Ruuan, é porque focamos nas coisas que achamos mais relevantes… postar simplesmente por postar igual muitos sites fazem não acrescenta nada né? Mas qualquer dica de conteúdo que tu tiver, sempre é bem vindo!

  • Rick

    “primeiro aplicativo no ocidente que oferece TV por assinatura ao vivo online via streaming, com um sistema de pacotes praticamente igual ao que temos em casa atualmente”. Menos, menos. Sling TV e PlayStation Vue (nos EUA), Flow (na Argentina), NOW TV (no Reino Unido e Itália) e Bell Mobile (no Canadá) mandaram abraço.

  • Filipe Casagrande

    Pra isso acontecer no Brasil, primeiro as operadoras precisam acabar com a franquia ridícula da internet móvel. Depois a Oi vai ter que melhorar a qualidade dos ADSL pelo país, e o Net Vírtua vai ter que oferecer modens melhores que parem de travar

  • Tiago Santana

    Legal por lá, já pensou por aqui, com a nossa internet limitada… não sei se é bom negócio! Fora, que o principal não mudou. O Grande diferencial na tv por assinatura, será quando você tiver o direito de escolher os canais que você quer e não ficar preso a pacotes, com um monte de canais que não assiste.

  • DJPedro Marinho

    Posso comprar um apple tv e assistir aqui no Brasil ?

    • Redação

      Normal Pedro. A principal função do Apple TV é justamente dar acesso fácil e rápido para aplicativos de terceiros, como o Netflix e a própria loja da Apple, já disponível no Brasil há muitos anos. O que pode não funcionar são serviços que realmente não estão liberados para o Brasil, como o HULU.