Precisamos de tantos canais esportivos?

13
3439

Somos o país do futebol, não há dúvidas disso. Mas também somos o país dos canais esportivos na TV.

Nosso povo tem também simpatia pelo vôlei, basquete, tênis, lutas, pesca esportiva, corridas (de carro ou de cavalos), enfim, praticamente qualquer coisa em que exista competição – o que inclui o fenômeno recente do UFC por exemplo.

Mas o futebol é com certeza o carro chefe dentre todas essas modalidades. Uma prova contundente disso, se alguém ainda precisa, é a programação dos canais esportivos da TV fechada, ou ainda as programações esportivas na TV aberta.

São realizadas mais de 50 transmissões de partidas de futebol para cada partida de vôlei. Se alguém é fã de basquete por exemplo, é obrigado a assinar TV por assinatura para assistir algo. Ninguém na TV aberta tem real interesse nos direitos dessas modalidade.

Quem é fã da Fórmula 1 é um pouco menos prejudicado, já que há muitos anos tem todas as provas garantidas na Globo sem ter que pagar por isso – incluindo treinos classificatórios.

todos canais esportivos brasil

Canais esportivos (e os demais) retirados das grades de canais

Na TV paga muitos assinantes sofreram ainda com canais que foram excluídos da grade. Bons canais (para uma minoria) foram excluídos e deixados de lado com o tempo. E não é o caso apenas dos esportivos: O Films and Arts, voltado para espetáculos artísticos por exemplo, saiu da antiga Via Embratel e sobrevive em algumas poucas operadoras muito específicas hoje em dia.

Canais de desenho animado e animes caminham para o mesmo caminho. Talvez a concorrência que cresceu demais no início da década tenha minado uns aos outros, depreciando o conteúdo e tirando a paciência de quem assistia. Talvez.

Poderíamos acusar então os canais esportivos como responsáveis por tomar grande parte das grades, sufocando canais segmentados com uma base pequenas de assinantes.

Mas teremos que lembrar aqui que alguns canais esportivos também não escaparam desses cortes. Apenas para citar dois, tivemos o canal RUSH que inclusive tinha versão em alta definição na SKY Brasil, saindo da grade devido a baixa audiência em 2012, sendo descontinuado em 2013 oficialmente no Brasil.

Já o Speed Channel (único canal 100% voltado para eventos automobilísticos) deixou o Brasil para poder dar lugar ao Fox Sports 1 em 2012, sendo reduzido atualmente à quadros especiais dentro da programação dos canais Fox Sports 1 e 2.

O futebol. A paixão, o dinheiro alto… 

Se existe um ramo na TV aberta ou fechada que não encolhe e está sempre em disputa é o destinado ao futebol. Com exceção de emissoras com o SBT que abandonou o esporte na década de 90 e a Band que novamente abriu mão do Brasileirão em 2016, os demais canais apenas abriram mais espaço ao futebol nos últimos anos.

Em 2012 pudemos conferir mais um processo interessante no setor de futebol da TV: a exclusividade da Libertadores da América nos canais Fox Sports, os quais não existiam em praticamente nenhuma operadora por aqui. Vocês lembram da revolta absurda que testemunhamos?

Outro retrato do sucesso do futebol na TV é o desempenho dos antigos PFCs, hoje Premiere. Criados há mais de uma década, aproveitaram o boom da TV por assinatura para espalhar-se na cada de milhões de assinantes. E olhe que as mensalidades do pacote não são baratas!

Ao pegarmos a propaganda de qualquer operadora hoje, veremos em tamanho grande os alertas sobre a possibilidade de assistir todos os jogos do Campeonato Brasileiro nos canais Premiere… e uma enorme parte dos assinantes ligam a TV apenas nos dias de jogos mesmo. Os pacotes básicos de assinatura servem muitas vezes apenas para possibilitar a assinatura do Premiere!

A parte que não gosta dos canais esportivos

Como tudo na vida, existem dois lados não é mesmo? E não é diferente quando o assunto é paixão pelos esportes e pelo futebol.

Essa paixão acaba oprimindo uma parte dos assinantes e telespectadores da TV aberta que não dão o menor valor a tais canais ou conteúdo futebolístico na TV. Temos hoje ao menos 8 canais Premiere sendo 5 deles em HD nas maiores operadoras do país.

Notem que apenas eles chegam a ocupar quase 10% do espaço de canais nos satélites das operadoras!

Somando aos canais SporTV (3 SDs e 3 HDs em algumas operadoras), mais 3 canais ESPN em SD e 3 EM hd, Esporte Interativo, EI MAXX 1 e 2, Band Sports, canais Fox Sports… são ao menos mais de 20 canais onde o futebol é a principal programação diária!.

Esse espaço que pode ser considerado excessivo até mesmo para quem é fã do esporte, faz com que outros canais de outros estilos deixem de ser acrescentados pelas operadoras, pois o espaço e capacidade não são infinitos.

Resumo da crítica

Não vou me estender muito no desabafo. Como assinante de TV fechada, igual a maioria dos leitores aqui do eXorbeo, confesso que gosto muito de futebol. Em menor grau, gosto de Fórmula 1, Futebol americano, basquete e vôlei.

Não tenho MUITO o que reclamar das transmissões e dos canais que temos, tirando uma falta de qualidade de imagem aqui ou de um narrador mais qualificado ali.

Mas acima de tudo, defendo que a TV por assinatura não é só para mim e nem é só para você que também ama futebol. Gostaria muito de ter coisas melhores para assistir entre o intervalo de um jogo e outro. Gostaria de ter opções de qualidade e não um amontoado de canais que assisti uma vez na vida.

Zapeando na minha lista de pouco mais de 100 canais observei dia desses que mais da metade dos canais nunca tiveram mais de 10 minutos da minha audiência, mesmo que somados em todos esses anos como assinante. Será que sou muito chato ou temos verdadeiros elefantes brancos abandonados em nossas grades?

Já disse aqui e repito: não sou à favor do corte de nenhum tipo de canal, pois tenho noção de que meu gosto é diferente dos outros. Sou a favor de uma menor quantidade de canais e mais investimento por parte das programadoras em qualidade.

Será que alguns canais não poderiam ser fundidos por suas programadoras em detrimento das infinitas reprises? Será que não merecemos mais investimentos a nosso favor e menos preocupações com o faturamento do próximo mês?

COMPARTILHE
  • Anonymous

    Tem vários canais na grade que eu não perco 1 minuto assistindo, só assisto futebol quando meu time joga, e já que tem vários canais esportivos, pq os premiere não tem versão em HD, pq tem jogos que a imagem é horrível..

  • Gabriel

    Mas tem exceções, o Fox Sports,por exemplo, não passou a NASCAR ao vivo para passar tênis(não estou criticando o esporte), ou seja precisa de um segundo canal imediatamente.

  • EU praticamente so assisto futebol, vez ou outra filme em HD, e ultimamente tenho assistido documentarios de animais. Aqui em casa a grande audiencia fica por conta dos canais infantis que Minha filha assiste.

  • Rinaldo

    Acho que temos poucos canais de esportes no Brasil. Gostaria que aqui fosse igual nos EUA, vários canais de esporte, com todo tipo de modalidade e para todos os gostos.

    • Unknown

      não diria nem que sejam poucos, mas sim repetitivos…

      os canais sportv por exemplo passam inúmeras reprises de jogos durante a semana, às vezes em horários de jogos ao vivo (por questão de reserva de produto para os canais premiere) porque se for ver, ainda há muitos canais que ainda nem desembarcaram em tvs tupiniquins, o mais famoso, o sky sports, que tem mta qualidade e quantidade de eventos em sua programação, desde UCL até turfe, passando por rugby, dtm, wtcc…

  • Anonymous

    Muitos canais? sportv 2 e 3 não passam quase nada e o sportv fica passando os jogos do italiano e do argentino em vt e não vou nem falar do bandsports que só passa eventos que estão passando em outros canais de exclusivo só alguns eventos de tennis, esporte interativo até que ta passando volei e judô com frequencia e a copa da frança, os canais ESPN sabem usar seus 3 canais como o inglês, espanhol, alemão etc, Fox sports HD possui a mesma programação do SD e grande parte do que passa no HD não está em HD, WooHoo virou canal de música faz um bom tempo.

  • Anonymous

    Temos atualmente 29 esportes olímpicos, canais abertos transmitem 10% apenas por mês no total de transmissões e nos canais pagos esta porcentagem não passa de 20%. Resumindo, o televisionamento esportivo no Brasil esta resumido a estes 20%, por isso que o Brasil dificilmente um dia vencerá uma olimpíada.

  • kevin Wallemberg

    Precisamos de mais canais sim Esporte Interativo , Fox Sports 2 Espnnews hd e normal o Epsn 2

  • francisco

    ola sou fã de futebol não sou mais coreto para reclamar mais vou reclamar sim acho que tem muitos canais de esporte sim só acho que os donos desses canais não usa os esparso corretamente tem muita repetição nos proclamas .eles tem que fazer uma mudança no horário dos jogos principalmente nas noite do meio de semana tem que ser antes dessas novelas globais que enche o saco põe as novelas depois dos jogos ;

  • francisco

    senhoras damas me desculpa mais novela tem que ser depois dos jogos …porque nos homens a maioria levanta muito cedo para trabalhar;;

  • francisco

    a galera não acho que precisamos mais de canais de esporte não. tem um ai que e horroroso este esporte interativo péssima imagem e locutores fraco ou talvez o áudio não os ajude parece esta gritando muito ruim;..

    • Esporte Interativo é o que eu dou mais valor. Uma das melhores coberturas internacionais e regionais, uma coisa que a Globo peca.
      Se for acompanhar o canal, verá que é um dos melhores.

  • Marcelo

    Os canais estão muito ruins devido as cotas do Ancine, o Discovery Theather a o Science , estão há 2 meses passando as 18:00 BRICs. Enviei um email a diretoria do canal e me responderam que é para cumprir cotas. Não acho justo pagar caro e ter que ver reprises.