Ainda longe de comprar uma TV 4K? Japão já testa 8K na Copa

1
3708

Se os preços dos televisores e monitores com resolução ultra HD, ou apenas 4K, ainda seguem longe da realidade da maioria da população brasileira, saiba que o pessoal lá do outro lado do mundo já testa o 8K, e aqui pertinho de nós.

Os testes com a resolução 8K estão sendo feitos na gravação de jogos da Copa do Mundo pela empresa japonesa NHK. O 8K é chamado pela grande maioria de Ultra High Definition 2, já sendo há alguns anos uma tecnologia comum, mas restrita a cinemas modernos, como o iMax.

A tecnologia 8K em números e em “detalhes”

As imagens em 8K tem 16 vezes mais resolução que o nosso atual “padrão” Full HD (totalizando 7.680 x 4.320 linhas).  Serão ao todo 9 jogos da Copa gravados em 8K. O lado bom é que no futuro quando uma TV dessas for de fato acessível será possível relembrar a Copa do Mundo do Brasil com detalhes absurdos, à frente dos tempos atuais.

Globo testa 4K ao vivo durante a Copa no país, confira aqui

Quem pode acompanhar de perto a exibição da tecnologia viu um avanço enorme em relação ao próprio 4K. Segundo o que foi publicado pelo Site da IG Tecnologia, era possível ver nitidamente as expressões dos torcedores na arquibancada (em 4K já é normal identificar rostos).

Na imagem uma das câmeras 8K que estão nos estádios brasileiros
Na imagem uma das câmeras 8K que estão nos estádios brasileiros

Mesmo com a ótima impressão nesse primeiro momento, ainda precisamos lembrar que por ser uma tecnologia relativamente nova, tanto as telas quanto as câmeras e projetores ainda terão muito espaço para evoluir e melhorar – isso se a tecnologia em si der um tempo para aperfeiçoamentos, e não para grandes saltos de curto prazo.

Preparem-se para um novo padrão de áudio

Mesmo sabendo que deverá se tratar de um salto de médio à longo prazo, a NHK testou na exibição um sistema de som incrível, com nada menos do que 22 canais de áudio. É isso mesmo. Se você acha que seu novo sistema 7.1 ou o “antigo” 5.1 experiências imersivas, imagine o som vindo de 22 direções diferentes.

Porém, acreditamos que tal evolução sonora seja lenta pelo fato de que o próprio cinema ainda n ão se movimentou para evoluir nesse sentido.

Netflix transmitirá House of Cards e Breaking Bad em 4K em breve, confira aqui

No futuro em sua casa? Talvez sim, talvez não

Se a primeira coisa que vem em sua cabeça quando começa a ler uma notícia assim é: vai custar 100 mil reais hoje, 20 ano que vem e daqui há 5 anos você comprará nas Casas Bahia por 2 mil no carnê, você provavelmente entende de tecnologia e de sua evolução nos últimos anos.

Tudo hoje segue esse mesmo rimo. Porém, quando falamos em números tão grandes – no caso aqui da resolução mesmo,  talvez já estejamos fugindo um pouco das necessidades futuras dos consumidores comuns.

Confira no comparativo a diferença colossal entre as resoluções 1080p, 4K e 8K
Confira no comparativo a diferença colossal entre as resoluções 1080p, 4K e 8K

O próprio pessoa da NHK prevê a viabilidade de TVs e monitores em 8K nas residências, apenas para aqueles consumidores que busquem por telas ultra grandes, onde mesmo o 4K deixa a desejar em definição. Hoje celulares como o LG G3 já ultrapassaram e muito a resolução FULL HD, isso com telas de menos de 7 polegadas.

O Fim é o 8K

Se você acha que a tecnologia chegou em um número absurdo e exagerado, talvez você tenha um pouco de razão. Isso porque os japoneses envolvidos na pesquisa e desenvolvimento do 8K já constataram e declararam que tal resolução deverá ser o teto na indústria, uma vez que nossos olhos não conseguem captar mais do isso em telas de tamanhos convencionais.

DirecTV já possui canais em 4K nos EUA, tecnologia deve demorar bastante para evoluir no Brasil. Confira aqui

Como na Copa do mundo foram feitas transmissões ao vivo apenas em um local próximo às filmagens, a NHK já projeta que em 2016, nas Olimpíadas do Rio já será possível a transmissão ao vivo para o mundo todo, ou melhor, para os países preparados para tal.

Não perca durante a semana nossa cobertura especial sobre as novas tecnologia dos televisores e da TV por assinatura. Analisaremos como vai nosso “FULL HD” em pleno 2014 e o que vem por aí. Até lá!

VIAIG Tecnologia
COMPARTILHE